https://www.google.com/adsense/new/u/0/pub-4945361209107322/home Quadrinhopédia - Almanaque da Mônica 38 é tudo o que desejamos que continuasse havendo nas mensais ~ Quadrinhada

Quadrinhopédia - Almanaque da Mônica 38 é tudo o que desejamos que continuasse havendo nas mensais

"Nada do que foi será igual ou do jeito que já foi um dia. Tudo passa, tudo sempre passará."
POR FABIANO CALDEIRA- RIBEIRÃO PRETO-SP
Almanaque é tudo que queremos nas mensais. (Foto: Fabiano Caldeira/ Quadrinhada)
A imagem, abaixo, retrata bem o que ouvi, certa vez, cantado por Tim Maia.

(Foto: Fabiano Caldeira/ Quadrinhada)
O Almanaque da Mônica 38 é tudo aquilo que nós, leitores veteranos, desejamos que continuasse havendo nas mensais.  Mas, falar sobre isso é repetitivo, além de atrair energias ruins... o tempo muda, e tudo muda com o tempo. A turma da Mônica sempre obteve mudanças. Das tiras completamente sem graça para  primeira revista em quadrinhos da dentuça, já houve uma mudança tremenda, tanto nos traços quanto na maneira de desenvolver uma situação. Os anos 70 aparesentaram fatos até mesmo "nonsenses", pois o que valia era ver a turminha - das tirinhas de jornal - protagonizando BD/HQs - elas deveriam ser engraçadas e apresentar situações até então surpreendentes - não importa o que veríamos ali, se era correto ou não, desde que fosse algo prazeroso. A filosofia e o humor mais aberto estavam em peso. No final dos anos 70, já começamos a ver que as tramas versavam a focar-se em aventuas: Mônica do tamanho de um ratinho no meio de uma festa à fantasia, Mônica como Frankstein, Cebolinha e a árvore do pecado de Adão e Eva... assim foi durante toda a década de 80, onde vimos a Mônica às voltas com a multiplicação de coelhinhos travessos... Cebolinha transformando-se em um deus, após descobrir uma escada invisível para o céu... Cascão sobrevivendo a um dilúvio, às duras penas... a turma toda pegando bandido em um baile à fantasia ou lutando contra uma horda de coelhos extreterrestres de um planeta distante, com formato de cenoura. Os anos 90 já traziam mudanças, pois as historinhas já focavam-se nas pequenas situações do dia dia. Ainda havia alguns bailinhos onde a molecada se encontrava e aprontava, bandidos e mocinhos, além dos planos infalíveis do Cebolinha e das coelhadas da Mônica, sem dó. Os anos 2000 chegaram e  essa suavizada começou  a provocar os leitores. Agora, em 2013, já sabemos que o caminho foi traçado e o que manda não são anedotas em tirinhas, nem filosofias e situações loucas em tramas mais longas, nem aventuras cheias de ação. As crianças de hoje só querem tudo fofo, bonitinho e legalzinho. Não precisa de muita coisa além disso. Todas as características dos principais personagens da turma estão lá, embora de forma bastante atenuada, morna, disfarçada pelos roteiros cada vez mais diferenciados que, agora, precisam obedecer aos tempos atuais onde não cabe mais tanta violência desenfreada, nem exposição de crianças, sozinhas, em supermercados, na frente de bandidos e locais fora do âmbito do dia a dia de qualquer criança com sete anos. 

Mas, voltando ao Almanaque da Mônica 38, considero sua apresentação como a forma mais clara de anunciar que os novos tempos chegaram, se é que algum de nós ainda não entendeu. A evidência está no escrito:

"Essas e outras histórias, que hoje seria diferentes, estão reunidas neste almanaque, que traz um gostinho de saudade, todo especial!"

As histórias que mais gostei:



LAMBADA!

(Foto: Fabiano Caldeira/ Quadrinhada)


Para impressionar um paquera, Mônica precisa aprender a dançar lambada o quanto antes. A história traz, entre outras coisas, a memória das músicas do Grupo Kaoma, Sidney Magal e Beto Barbosa - um marco à época. História muito divertida para uma menina que tem só 7 anos, não?



O TELEFONEMA 

Historinha muda, bem simples, como via de regra. Mas consegue ser simpática, resgatando o uso da velha ficha para se fazer um chamada telefônica. Antigamente, era assim mesmo! A molecada de hoje nunca vai saber a sensação de correr atrás de uma ficha que caiu no chão - e depender dela para fazer a ligação - pois, hoje em dia, um telefone é algo muito barato de se obter, e vale lembrar que estamos praticamente já trazendo, para o mundo, os nossos bebês com um celular de brinde.




UM INTRUSO NO CÉU 

O diabinho que foge do inferno e consegue passar um tempo no céu, mas acha tudo muito chato e tedioso. Lembro que tive a revista onde saiu essa trama pela primeira vez... o que não lembro foi o fim que dei a ela.



PERIGOS NO INVERNO

(Foto: Fabiano Caldeira/ Quadrinhada)

Protagonizada por Piteco. 

O rapaz da pré-história, cansado de ver Thuga no seu pé, arruma um meio de fazê-la entender que suas investidas não adiantam. O inverno, então, transforma-se no palco de reflexão sobre os prós e contras de se engatar um relacionamento. Excelentes desenhos, excelente evolução, pena que esses finais nem sempre são excelentes, pois é preciso sempre mostrar uma gracinha envolvendo o fim do tema. Mas, quem liga pro fim? O fim é apenas "o fim".


Há várias outras - o almanaque conta com mais obras simples, porém, muito bacanas. Há histórias com o Rolo, com o Chico Bento, uma outra em que a Mônica quer cuidar de todos os animais que aparecem em seu caminho.

Este almanaque, para quem gosta de turma da Mônica, é bem aprovetável, um dos melhores que já vi na atualidade!


Almanaque da Mônica 38 contém 84 páginas e custa R$ 4,90 (paguei R$ 3,50)

Todas as imagens são do meu próprio exemplar. (Foto: Fabiano Caldeira/ Quadrinhada)

Abraços a todos.

Fabiano Caldeira.

8 Comentarios

  1. Obrigado por dar seu estilo à postagem.

    Bom saber que está atento e oclocando de acordo com "a cara" daqui. Você viu que essa postagem veio aqui em primeira mão, né?

    Tenha um bom final de semana!

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fabiano, meu caro... Eu dei o estilo do Quadrinhada a postagem, rsrs...
      E valeu por trazer uma matéria sua inédita no Quadrinhada....

      Boa semana.

      Excluir
    2. Não sei se você reparou, mas em apenas um dia, ela está em primeiro entre as mais vistas da semana.

      Excluir
  2. Não, não reparei. Que bom! Fico contente em colaborar para teu sucesso!


    Abraços. Tenha uma boa semana!

    Fabiano Caldeira.

    ResponderExcluir
  3. Socorro!!! O Louco passou por aqui de novo!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu postei um tutorial justamente para que vocês aprendam a mexer e lidar com esses problemas. Ele já está disponível em nossa página.
      Uma ótima semana.

      Excluir
    2. Tal como o Louco, esse novo visual está bem divertido. Um pouco bizarro, mas dá pra aguentar...

      Ah, o Cenourinha mandou lembranças. ;)

      Excluir

O Quadrinhada não se responsabiliza pelos comentários aqui publicados. Qualquer informação expressa é de total responsabilidade do autor. Comentários com palavrões serão excluídos.

Obrigado por seus comentários