https://www.google.com/adsense/new/u/0/pub-4945361209107322/home As 100 edições do Cascão na Panini ~ Quadrinhada

As 100 edições do Cascão na Panini

Desde janeiro de 2007, os gibis da Turma vem sendo publicados pela editora italiana Panini. O contrato vai até 2020, por enquanto. É uma parceria boa, porque se olharmos em qualidade de impressão, a Panini é a melhor das editoras que já publicaram as revistas da TM. 
Imagem retirada da Internet.
Nesta série do Quadrinhada, abordaremos as 100 edições de cada um dos personagens.

CASCÃO - A PRIMEIRA EDIÇÃO



Frontispício anunciando a mudança de editora
Como foi a primeira edição: a revista do Cascão de número 1 na Panini foi publicada em janeiro de 2007, com 68 páginas e por R$2,90. Todas as revistas de nº1 tinham o selo "Edição de lançamento", além de um frontispício sobre a mudança de editora. A capa tem Cascão montado em cima do seu porquinho, o Chovinista. A revista contém as seguintes histórias:


  1. A grama do vizinho (18 páginas)
  2. Médico canino (7 páginas)
  3. Pega o livro com o papai (7 páginas)
  4. Uau! É a Dona Morte com um novo visual! (12 páginas)
  5. Tirinha de duas páginas da Turma
  6. Porcus, o leitão mais brabo da rua (10 páginas)

São 6 histórias, sendo duas do Cascão (A grama do vizinho; Pega o livro com o papai), uma da Turma (tirinha de duas páginas), uma da Dona Morte (Uau! É a Dona Morte com um novo visual!), uma do Bidu (Médico canino) e uma do Chovinista (Porcus, o leitão mais brabo da rua).

Histórias memoráveis na Panini
  • CC 01 (jan/01) - A grama do vizinho - primeira história do Cascão na Panini
  • CC 08 (ago/07) - É muita sujeira! - estreia das personagens La e Lu, sobrinhas de Clotilde e Cremilda
CASCÃO - A CENTÉSIMA EDIÇÃO

Muita coisa mudou nos últimos 8 anos nas revistas: em 2007, a partir da terceira edição, os gibis passaram a trazer referência a história de abertura, como acontece até hoje. Em 2011, começaram a incluir traços digitalizados. Em 2013, entraram, pouco a pouco, as letras digitalizadas, assim como a maioria das revistas se tornaram digitalizadas, inclusive os desenhos. Na centésima edição da revista do Cascão, a capa fez alusão a história de abertura. Está nas bancas por R$3,90. Por dentro, temos as seguintes histórias:

  1. O nº100 e a infalível S.U.J.O.C.A (23 páginas)
  2. Presente de grego (7 páginas)
  3. Eco (1 página)
  4. Frank, o cabeleireiro (8 páginas)
  5. Caixa na cabeça (6 páginas)
  6. Oásis (1 página)
  7. Os perigos de um dia de faxina (11 páginas)


Dentre as 7 histórias presentes na revista, cinco são do Cascão (O nº 100 e a infalível S.U.J.O.C.A.; Presente de grego; Caixa na cabeça; Oásis; Os perigos de um dia de faxina), uma da Turma do Penadinho (Frank, o cabeleireiro) e uma do Bidu (Eco).


Das nº 100, a do Cascão foi totalmente digital, inclusive a história de abertura. Mas não deixa de ser uma boa leitura.

6 Comentarios

  1. Cascão tem algumas histórias bem bacanas.
    Achei que tivesse lhe marcado "A Torre da Discórdia", "A arca do Cascão" e aquela do anel de brinquedo onde ele contracena com a Xabéu em uma mercearia. Acho que o nome dela talvez seja "O anel da discórdia".

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fabiano, dessas que vc citou só li O anel da discórdia, mas essa parte de histórias memoráveis é mais para estreias de personagens.

      Excluir
  2. As gêmeas Clotilde e Cremilda tem uma sobrinha linda. Ela apareceu em Cascão 49, da Editora Abril. Ainda este ano sairá na Coleção Histórica. O Cascão ficou apaixonado por ela. Fique ligado na Coleção Histórica 49, HQ de abertura do Cascão.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Bem legal essa capa do Cascão número um. E no Cascão número cem pelo que estou vendo não aparece à barba do Capitão Feio na primeira página, o que deixou ele um pouco diferente. Ele aparece assim na história toda ou só na primeira página?
    Abçs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafael, é bem legal as capas, tanto da 1 como da 100.

      Sobre o Cap. Feio, a partir da segunda página, ele começou a ter uns 'fiapos', mas em nenhum momento aquela barba tradicional.

      abraços.

      Excluir

O Quadrinhada não se responsabiliza pelos comentários aqui publicados. Qualquer informação expressa é de total responsabilidade do autor. Comentários com palavrões serão excluídos.

Obrigado por seus comentários