Pular para o conteúdo principal

MSP 'ressuscita' HQ de Rosana Munhoz

Conhecida por muitos como uma das melhoras roteiristas que passaram pela MSP, Rosana Munhoz, falecida em janeiro de 1996, vítima de um acidente de carro, ainda deixa resquícios nos estúdios.
Homenagem a Rosana Munhoz em CHB #243, Globo

Neste mês, especialmente em CC #5 (Panini, set/15), a MSP publicou uma das HQs de Rosana que ainda estava em arquivo. 

Provavelmente, na época, "Cascão Ramsés" foi proibida por ter mais de 30 páginas, num tempo em que as revistas do Cascão tinham 36 páginas. Então, a HQ ficou no arquivo, onde só saiu de lá quase 20 anos depois.

Vale ressaltar que apenas o roteiro é de Rosana, os desenhos e arte-final são atuais.

Comentários

  1. Eu notei isso quando folheei o gibi. Deve ser isso mesmo, já q os gibis do Cascão eram quinzenais e não dava pra colocar. Pena q os desenhos, embora feitos a mão, ficaram a desejar, não é a mesma coisa dos anos 90. Os olhos dos personagens desproporcionais, por exemplo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aqui ainda não chegou, nem vi ainda. Mas sei por amigos.

      Assim que conferir posto algo aqui.

      Excluir
  2. Morreu tão precocemente. Um gênio. Grande Rosana.

    ResponderExcluir
  3. O curioso é que a estrutura do Cascão Ramsés já previa a divisão da história em mais de uma edição, a dividindo em partes. Provavelmente já era motivada por essa limitação de páginas das edições antigas quinzenais -mas mesmo assim era raríssimo uma história ter continuidade em mais de uma edição.

    Mesmo desenhada recentemente, respeitaram a divisão em partes mas publicaram as duas juntas, como ainda acontece até hoje com algumas das histórias longas do Emerson (provavelmente feitas também nessa época das quinzenais e só desenhadas/arte-finalizadas recentemente).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda nem conferi... mas a HQ foi proibida de uma vez, uma pena kkkkk.

      Nao sabia dessa do Emerson. Bom saber!

      Excluir
  4. Acho que realmente a MSP quer melhorar a qualidade das HQs, tendo em vista a quantidade de críticas que vem sofrendo ultimamente devido ao politicamente correto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E estão melhorando, quem acompanha mensalmente sabe q a qualidade está anos-luz melhor q as últimas antes da 100.

      Excluir
  5. Isso só reforça o que pensei dia desses sobre terem material antigo que volta e meia acabam aproveitando só muito tempo depois. Apesar disso, não sei se vou comprar essa revista, vou folhear na banca para saber se vale a pena. Essa aventura certamente será republicada em algum almanaque tempos depois.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito q esse foi um ótimo momento pra publicar ela, principalmente pelo sucesso de "Os dez mandamentos" da Record.

      Excluir
  6. Isso acontece direto. Tem o caso clássico do O Mônico (e do Coisa/Casa de Louco) que foram escritas nos anos 90 e de cara viraram animação, livros e tudo o mais... Mas só foram publicadas pela primeira vez no seu formato original mais de dez anos depois, quando os gibis da Turma já estavam na Panini.

    E o Emerson já falou no Facebook dele uma vez que várias histórias que ele já escreveu ainda não foram publicadas, mesmo aprovadas. Ficam arquivadas, às vezes por vários anos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, q interessante. Agora q tem os créditos vai ser mais fácil pra descobrir.

      Excluir

Postar um comentário

O Quadrinhada não se responsabiliza pelos comentários aqui publicados. Qualquer informação expressa é de total responsabilidade do autor. Comentários com palavrões serão excluídos.

EM ALTA NA SEMANA

Gibiteca nº13: Turma da Mônica nº 78, e o Parque?

Olá pessoal. Neste domingo (14), daremos continuidade a nossa gibiteca, que nesta postagem falará sobre a revista: Turma da Mônica nº 78, antigo Parque da Mônica.



Porém antes resolvi falar um pouquinho sobre o antigo Parque da Mônica,que funcionou entre os anos de 1993 a 2010, que ficava localizado em São Paulo, no Shopping Eldorado:

"A atração que envolvia os personagens da Turma da Mônica fez tanto sucesso nos anos 90, que acabaram até lançando uma revista em quadrinhos chamada: Revista Parque da Mônica, no qual trazia sempre uma aventura envolvendo a turminha no parque, ou mostrando as novidades entre os brinquedos, peças teatrais, shows."

Em junho de 2013 chegava nas bancas de todo o país a revista Turma da Mônica nº 78, que trazia as seguintes histórias:

Mágicas Do Contra - no qual o personagem Do Contra resolve entrar no ramo da magica, envolvendo os personagens Mônica, Cebolinha e Cascão.

Não consigo dormir - nesta aventura o Anjinho faz de tudo pra conseguir um local p…

Gibiteca nº 4: "A era quinzenal anos 90 da TM" - Parte 1

LUCIANO SILVA DA CRUZ


Olá pessoal. Neste domingo(12) iremos falar sobre os seguintes gibis:


Chico Bento nº 83 - Editora Globo / (Mar-90);



As 100 edições da Mônica na Panini

Desde janeiro de 2007, os gibis da Turma vem sendo publicados pela editora italiana Panini. O contrato vai até 2020, por enquanto. É uma parceria boa, porque se olharmos em qualidade de impressão, a Panini é a melhor das editoras que já publicaram as revistas da TM.  Nesta série do Quadrinhada, abordaremos as 100 edições de cada um dos personagens.

Mônica - A PRIMEIRA EDIÇÃO


Como foi a primeira edição: a revista da Monica de número 1 na Panini foi publicada em janeiro de 2007, com 84 páginas e por R$3,90. Todas as revistas de nº1 tinham o selo "Edição de lançamento", além de um frontispício sobre a mudança de editora. A capa da revista tem Monica e Cebolinha brincando, além do Bidu observando.

A revista traz as seguintes histórias: Lei de Murphy (18 páginas) Na praia (3 páginas) Monicão e o ciumão (9 páginas)Coleções (6 páginas)Tirando fotos (3 páginas)História sem título da Monica (2 páginas)Tudo?! Ou nada?! (4 páginas)Cuidado (3 páginas)História de uma página do PenadinhoAlé…